História do Halloween

Marcelle Franco – curso de Jornalismo

Poucas pessoas sabem a respeito da história do Halloween, das lendas, símbolos, costumes e curiosidades que fazem parte do Dia das Bruxas, comemorado no dia 31 de outubro em vários países do mundo. Apesar de não ser uma data de tradição no Brasil, a aluna do 3º período do curso de Letras Fernanda Cordeiro Gazola resolveu pesquisar mais sobre o assunto e disponibilizar as informações, entre os dias 29 de outubro e 1° de novembro, no mural do laboratório do curso de Letras, na sala 203, campus Diamantina.

De acordo com a aluna, o resultado da pesquisa foi obtido através do site de pesquisa Google. “Tive a singela idéia de disponibilizar essas informações no mural do laboratório de Língua Inglesa, onde estagio no turno da manhã. São informações bacanas que podem interessar às pessoas e estarão disponíveis, no mural do laboratório, durante toda esta semana”, afirma.
 
A palavra Halloween tem origem celta (Irlandesa) e significa “Véspera do Dia de Todos os Santos”. Estudiosos de folclore acreditam que os costumes populares do Halloween exibem traços do Festival da Colheita, realizado pelos romanos em honra à Pamona, deusa das frutas, e também de um antigo festival chamado Druída de Samhain. De acordo com a crença, Samhain reunia as almas dos que tinham morrido durante o ano para levá-los ao céu dos Druídas, nesse exato dia. Para os druídas, Samhain era o fim do verão e o Festival dos Mortos. Acreditava-se então, que os espíritos dos mortos voltavam para visitar seus parentes à procura de calor e provisões. Sendo assim, os Druídas invocavam forças sobrenaturais para acalmar os espíritos maus.

As fogueiras surgem para guiar os espíritos às casas dos seus parentes ou para matarem ou espantarem as bruxas. A inclusão de feiticeiras, fadas e duendes nesses rituais surgiram da crença pagã de que, na véspera do Dia de Todos os Santos, havia uma grande quantidade de espíritos de mortos que levavam adiante uma oposição aos ritos da igreja de Roma, e que vinham ridicularizar a celebração de Todos os Santos, com festas e folias celebradas por eles mesmos.
Com o passar dos tempos, a comemoração do Halloween tornou-se alegre e divertida, sem todos aqueles vestígios sombrios e tenebrosos da tradição céltica. Alguns dos costumes trazidos pelos colonos foram mantidos, mas outros foram mudados, a fim de que houvesse adaptação às novas maneiras de viver.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: